... :)

Partilhemos...

terça-feira, julho 19, 2005

tejo Posted by Picasa

domingo, julho 17, 2005

Snow Patrol




I'll sing it one last time for you...

for now on I'll be sing in my own house: www.tiapatinhas.blogspot.com ( and maybe not just singing... )


Este foi o video mais giro que encontrei... eles até pseudo choram ao inicio e td... ( é só atenção aos pormenores...lol) e resume o novo rumo que vou tomar: arranjei casa propria que isto de ser visita é muito giro mas n há nada com home sweet home...

segunda-feira, julho 11, 2005

telepopmusic




sim é electronico
sim parece tropical
é meio bossa, meio lounge...


e c'est francais...

a ouvir!

dj convidada recomenda vivamente !

quinta-feira, junho 30, 2005

E o bom humor continua

Carrega e se tiveres os plug in bem configurados conseguirás ouvir...ou etão vai pelos meus documentos.. ;)


N sei pq mas gostei desta musica . . .

Tb gosto de caril...

lol

quarta-feira, junho 29, 2005

Girl you'll be a woman soon...

Estou na eminencia de fazer anos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, junho 28, 2005

Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.
Deus quis que a terra fosse toda uma,
Que o mar unisse, já não separasse.
Sagrou-te, e foste desvendando a espuma,

Quem te sagrou criou-te português.
Do mar e nós em ti nos deu sinal.
Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!

Fernando Pessoa-Mensagem

Poemas declamados no dia mundial do yoga

Ó Mar Salgado

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa



Alberto Caeiro

XX - O Tejo é mais Belo


O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia.

O Tejo tem grandes navios
E navega nele ainda,
Para aqueles que vêem em tudo o que lá não está,
A memória das naus.

O Tejo desce de Espanha
E o Tejo entra no mar em Portugal.
Toda a gente sabe isso.
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem.
E por isso porque pertence a menos gente,
É mais livre e maior o rio da minha aldeia.

Pelo Tejo vai-se para o Mundo.
Para além do Tejo há a América
E a fortuna daqueles que a encontram.
Ninguém nunca pensou no que há para além
Do rio da minha aldeia.

O rio da minha aldeia não faz pensar em nada.
Quem está ao pé dele está só ao pé dele.

quinta-feira, junho 23, 2005

Musica para rir....

Vamos beber e depois cantar enm voz alta que o vinho da clarinha vai animar td a malta


lololol perolas.....são perolas que nem sei como desencanto...



O VINHO DA CLARINHA

Ó Clarinha
As pintas da tua blusa
São da cor tão vermelhinha
Do vinho dentro da enfusa!


Ó Clarinha
Dá-me um pouco do teu vinho.
Enche a minha canequinha
Que é dia de São Martinho!

Vamos beber
Depois cantar em voz alta
Que o vinho da Clarinha
Faz animar toda a malta




Ó Clarinha
Das lindas pintas tamanhas
Para seres mais bonitinha
traz de lá umas castanhas

Ó Clarinha
Com teu saboroso vinho
E com castanha assadinha
Todo o ano é São Martinho

Vamos beber
Depois cantar em voz alta
Que o vinho da Clarinha
Faz animar toda a malta


lololololol

Tityul com direito a musica se clikarem...



I wanna be free.... free of this anxiety....

segunda-feira, junho 20, 2005

LOL

Palhaçada EHHEHEHEHH!!!!
Amanhã às nove.
IHAAAAAAAAAAAAAA
Boa noite
***********

A postar as 2 ao mm tempo...lol

Quem é fã do humr dos Monty Piton conhece de certesa a musica...quem n é, será talvez capaz de reconhecer a musica dos anuncios do almada forum...

Da primeira vez que ouvi o assobiar dos anuncios n me soou a estranho...e lá me lembrei de qual era a musica....bem apropriada para esta altura do ano, por sinal!


Abaixo os velhos pessimistas do restelo.... ( neste caso nem sequer são do restelo..pufff! a tradição já n é o que era...)




Some things in life are bad,

They can really make you mad,

Other things just make you swear and curse,

When you're chewing life's gristle,

Don't grumble,

Give a whistle

And this'll help things turn out for the best.

And...Always look on the bright side of life.

[whistle]

Always look on the light side of life.

[whistle]

If life seems jolly rotten,

There's something you've forgotten,

And that's to laugh and smile and dance and sing.

When you're feeling in the dumps,

Don't be silly chumps.

Just purse your lips and whistle.

That's the thing.

And...Always look on the bright side of life.[whistle]

Always look on the right side of life,[whistle]

...
estas são horas de se estar aqui a postar??? :P

O amor é um oceano
Sou eu o rio que corre
Para o mar, para ti.



Quando somos amor
Eu sou todos os teus rios
Todas as chuvas
Porque um oceano não recusa
Nenhum rio.




Amo, sou livre, renovo-me
Deixando chegar nova água
Evaporar a que quer partir.
A vida flui.



Cada rio é único
Digno de toda atenção.
Todos os rios se unem
Num só amor.

domingo, junho 19, 2005

Sou...





Para cantar along tentado n se engasgar nas gargalhadas....

O estudo de BM já n se aguentava e tive de vir aqui espairecer...mas o que eu queria mm era ir dar um mergulho na praia!!!!!!!!!!

domingo, junho 12, 2005


É tão lindo o teu olhar, o teu sorriso...
É bonito sentir o Todo quando sinto os teus olhos
Quando te vejo com os meus, amantes

E mesmo não vendo, de olhos cerrados
No meu corpo vibra uma alegria
De minhoca contemplando a sua cauda

Quando acredito em ti, amor.

quarta-feira, junho 08, 2005

Já se ia....

para uma espalanda ou bar na praia ao fim do dia...









E agora dando uma animadinha...







E agora o som do mar um pouco alterado...adoro esta musica: saudade...

terça-feira, junho 07, 2005

Serra do Gerês









Clarinha, já tás a imaginar a gente todos a sentir a energia telúrica, a água da vida, a empregnar os nossos seres da bioenergia que destas maravilhosas terras emana?
YEEEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

segunda-feira, junho 06, 2005



Sim vieste sem pedir licença como sempre fazes
E bem que me importa isso, é que gosto de surpresas!
Mudas de rosto, mudas de pele, mudas eternamente.

E quando chega a hora de partires desta forma tua actual
Quero chorar sobre todas as formas em ti e em mim
Porque sou humana e choro de volta ao ser
Quando nem forma quero assumir
Para nos ser

Amor

domingo, junho 05, 2005

Amizade

Meninos,

Que venham mais jantares com muitas máquinas fotograficas e gargalhadas à mistura..

Mais passeios ao luar...

Foi divertido! Gostei de ficar a conhecer o Filipe e o Bispo, rever o Fanha ( sff as regras do king!!!) e estar com os meus amigos de todos os dias e trabalhos... ( o márcio apesar de n estar na fac passa a vida a aturar-nos...um santo!!)
Assim dedicado aos meus amigos coloquei esta musica em link no titulo...

N se assustem pelo inicio( oiçam até ao fim que é curtinha...)...parece de desenho animado, e é...

É tão bom uma amizade assim

Ah faz tão bem saber com contar

Eu quero ir ver quem me quer assim

É bom para mim é para quem tb me quer...


domingo, maio 29, 2005

Venus

Esta musica dos Air ( carregar no titulo para ouvir...) é a Venus , mas tb se podia chamar amor à distancia .... e esta musica pq?? N n há novidades na minha vida sentimental...apenas me lembrei pq passei hj um dia girissimo entre amigos ( apesar de estar hiper cansada...) e lembrei-m que já pouco falta para o curso acabar...como será para voltarmos tds a estar juntos depois?? Friends forever/ Care for each other....I can only hope...


You could be from Venus
I could be from Mars
We would be together
Lovers forever
Care for each other

You could live in the sea
And I could be a bird
We would be together
Lovers forever
Care for each other

If you wear an illusion
I will make it real
We would be together
Lovers forever
Care for each other

If you walk in the sun
I will be your shadow
We would be together
Lovers forever
Care for each other


Om Namah Kundalini

sexta-feira, maio 27, 2005



Verdes são os campos,
De cor de limão:
Assim são os olhos
Do meu coração.

Campo, que te estendes
Com verdura bela;
Ovelhas, que nela
Vosso pasto tendes,
De ervas vos mantendes
Que traz o Verão,
E eu das lembranças
Do meu coração.

Gados que pasceis
Com contentamento,
Vosso mantimento
Não no entendereis;
Isso que comeis
Não são ervas, não:
São graças dos olhos
Do meu coração.

Luís de Camões

quinta-feira, maio 26, 2005

quarta-feira, maio 25, 2005

Boas Vindas

Hoje é só boas vindas! Para ti Filipe, muito obrigada por participares neste blog :) É com muita honra que te recebo. Um grande abraço e um beijinho muito terno para o meu amiguinho da Lua.


 Posted by Hello

E se existem almas que são duas

são-no como os pernos gémeos de um compasso,

a tua o pé fixo que parece imóvel,

mas que se move quando se move o outro.

E embora esteja no seu centro,

quando o outro se põe mais afastado,

dobra, e segue-o intento,

e torna direito quando o outro torna

à sua própria morada.

Assim te vejo, tu para mim, a mim que devo

como ess’outro andar obliquamente:

a tua firmeza controla o meu círculo

e leva-me aonde me nasci


"A ilha do dia antes"
Umberto Eco
- autor desconhecido -



Momentos doces... em que se entende porque se ama os espinhos das rosas...
Como se os espinhos as protegessem de ser amadas... como se a ferida não valesse a pena
Mas vale :)*
Os ciúmes são espinhos das rosas
Os medos são espinhos das rosas
Mas quando alguém lhes sente a beleza e as ama
Os espinhos vão-se gastando... até desaparecerem
Sem orgulho... sem dar por isso
Quando uma rosa nos pica e a magoamos por isso...
Já não damos importância à sua beleza, mas à dor
Podemos até sentir dor, mas sempre com os olhos na beleza.
Tu sentes-me dessa forma... é o que parece,
porque quando inocentemente te tento picar,
tu beijas-me
E eu perco a confiança nos meus espinhos...
Sinto-me frágil, choro o orgulho perdido
E deixo-me amar.

Clarinha amiguinha!

Bom, vou apresentar a Clarinha, aqui para os meus infindáveis e incontáveis leitores. :p
É minha amiga e colega, começou por ser uma blogger intrusa que se apoderou da minha password com a minha permissão porque põe umas musicas jeitosas aqui no blog, entretanto, na necessidade de nos identificarmos, convidei-a para ser um membro da minha casa bloguistica. Bem Vinda Clarinha. Posta muito :) **********************************************************

Ordinary world

Came in from a rainy Thursday on the avenue
Thought I heard you talking softly.
I turned on the lights, the TV, and the radio.
Still I can't escape the ghost of you.
What has happened to it all?
"Crazy," someone say
Where is the life that I recognize?Gone away...



And I don't cry for yesterday, there's an ordinary world
Somehow I have to find.
And as I try to make my way to the ordinary world
I will learn to survive.


( e ao som dos isqueiros continua...dedicaram a tds os que entratanto já n estão conosco...um dos momentos altos do concerto)

Save a prayer_ Dura Duran

e lá pelo meio da musica...

And you wanted to dance so I asked you to dance
But fear is in your soul
Some people call it a one night stand
But we can call it paradise...


o concerto foi mm estar em pleno paradise....


escusado será dizer que esta foi a pick-up line da noite...

DURAN DURAN

sábado, maio 21, 2005

Jack Jonhson

:)

para n nos ficarmos pelos maybe...



I know she said it's alright
But you can make it up next time
I know she knows it's not right
There ain't no use in lying

Maybe she thinks I know something
Maybe maybe she thinks its fine
Maybe she knows something I don't
I'm so, I'm so tired, I'm so tired of trying

It seems to me that maybe
It pretty much always means no
So don't tell me you might just let it go

And often times we're lazy
It seems to stand in my way
Cause no one no not no one
Likes to be let down

I know she loves the sunrise
No longer sees it with her sleeping eyes
And I know that when she said she's gonna try
Well it might not work because of other ties and
I know she usually has some other ties
And I wouldn't want to break 'em, nah,
I wouldn't want to break 'em

Maybe she'll help me to untie this but
Until then well, I'm gonna have to lie to you.

It seems to me that maybe
It pretty much always means no
So don't tell me you might just let it go

And often times we're lazy
It seems to stand in my way
Cause no one no not no one
Likes to be let down

It seems to me that maybe
It pretty much always means no
So don't tell me you might just let it go

The harder that you try baby, the further you'll fall
Even with all the money in the whole wide world
Please please please don't pass me
Please please please don't pass me
Please please please don't pass me by

Everything you know about me now baby you gonna have to change
You gonna have to call it by a brand new name
Please please please don't drag me
Please please please don't drag me
Please please please don't drag me down

Just like a tree down by the water baby I shall not move
Even after all the silly things you do
Please please please don't drag me
Please please please don't drag me
Please please please don't drag me down

Moonlight

( link com music...)

Bigada pelo invite para a tua casa virtual!!*

Para substituir a moonlight seranade ( que n consegui encontrar está esta em link...que tb começa moonlight....etc...)

Mas o que eu gosto mm é de Jack Johson...e por isso uma outra posta ( tá descansada que n é de peixinho...) logo a seguir com uma as msicas dele!

sábado, maio 14, 2005

Yoga contra o stress de exames :)

Alameda da cidade universitária. Clicar no título para aceder ao link :)



Hoje acordei assim
Na ilusão de ser um ser de luz
Um principezinho de Exupérie
E o mais certo é querer acreditar
Porque a paz é maior que qualquer apego terreno
Porque sou livre e sinto-me livre
E então sei que tu és como eu
Porque quando me sinto um anjinho aqui na Terra
Tu vês-me e sorris
Por vezes pensas que és um mero observador
Mas só vivendo a mesma vibração me compreendes
Também és meu amor, um ser de luz
E a ilusão é quando fugimos de ser crianças humildes
Como o principezinho de Exupérie.

quinta-feira, maio 12, 2005

poucos podem aceitar
o ser que és
a dor que causas
o amor que não dizes
a lágrima que amo
que derramo só no sonho
por não ser um desses seres
que te aceitam
como és

embora te sinta
eu duvido
duvido muito
mas gostaria de estar certa
em pensar que no fundo
eu e tu somos um
mas não sei
porque o que vejo
não é o que sei
aínda não tive força
mas não desisto
e sei que é possível
fazer do nosso sorriso
uma união

Nunca longe...
Tu permaneces
Eu duvido
Ninguém vê porque não aparenta
Mas além disso tu és
A sombra dourada do olhar
Da criança que adormeci
**********************

quarta-feira, março 30, 2005

Because friends will always be friends




domingo, março 27, 2005

"A força de uma rosa"



"We've the courage to be wrong and the strength of a rose
Passing this world alone, where we're bound nobody knows"

Frases soltas de um poema de Deva Premal & Miten

sábado, março 26, 2005

Moonlight serenade

Uma musica para noites de verão...

I stand at your gate and the song that I sing is of moonlight.
I stand and I wait for the touch of your hand in the June night.
The roses are sighing a Moonlight Serenade.

The stars are aglow and tonight how their light sets me dreaming.
My love, do you know that your eyes are like stars brightly beaming?
I bring you and sing you a Moonlight Serenade.

Let us stray till break of day
in love's valley of dreams.
Just you and I, a summer sky,
a heavenly breeze kissing the trees.

So don't let me wait, come to me tenderly in the June night.
I stand at your gate and I sing you a song in the moonlight,
a love song, my darling, a Moonlight Serenade.

quarta-feira, janeiro 12, 2005



De onde vêm os poemas?
Sentir que as palavras projectam a mente
E de onde vêm as palavras?
Flutuam como nenufares embrenham-se e...
E os nenufares sentem o rio
A poesia vem da relação natural com as palavras :)
Da nossa humildade de não lutar contra a corrente

segunda-feira, dezembro 27, 2004









Sentir
Simplesmente sentir o teu beijo
Não da tua boca somente
Mas de tudo em ti
Quando és simplesmente
Um ser que beija
Porque me toca

quarta-feira, dezembro 08, 2004

outra pequena luz vem dos teus olhos

E fico a olhar-te delicadamente porque aprendo mais sobre a luz que vem dos meus

domingo, outubro 31, 2004

domingo, setembro 26, 2004



sexta-feira, setembro 17, 2004




Integro-me então no teu ser de paz e sinto-me integralmente alegre pois já não te toco com armas mas sim completamente com a minha mão.
Aos meus amigos Telmo e Joana.

(Eu sei que escrevo assim umas coisas estranhas, mas isto é para vos dizer simplesmente: Adoro-vos e vocês fazem-me sentir quem realmente sou e não apenas mais um ser defensivo)

domingo, setembro 12, 2004

Lótus

Paisagem protegida - Arriba Fóssil da Costa de Caparica




"Silhuetas pinheiros mansos,

Pinus pinea mar nuvens mata-medos,

Fonte da Telha"
http://www.milcores.pt/cpn/cpn_fotos.htm



terça-feira, agosto 31, 2004

O Meu Amor Existe

O meu amor tem lábios de silêncio
e mãos de bailarina
e voa como o vento
e abraça-me onde a solidão termina

O meu amor tem trinta mil cavalos
a galopar no peito
e um sorriso só dela
que nasce quando a seu lado eu me deito

O meu amor ensinou-me a chegar
sedento de ternura
sarou as minhas feridas
e pôs-me a salvo para além da loucura

O meu amor ensinou-me a partir
nalguma noite triste
mas antes, ensinou-me
a não esquecer que o meu amor existe


Jorge Palma

quinta-feira, agosto 26, 2004


São Pedro do Sul

terça-feira, agosto 24, 2004

A vida é como uma rosa
Frágil por fora
Cheia de beleza no seu interior
Cheia de fertilidade

Ao conservarmos o que temos de delicado
Que são as nossas relações com o mundo
Conseguiremos mostrar e dar
Toda a beleza que há no nosso interior

segunda-feira, julho 26, 2004




Sentir-me-ía muito grata
Se me conseguisses ver na lua no sol e no mar
Sentir-me-ía honrada por isso
Se não consegues esperarei pelo dia
Em que olhes o mundo com um coração de criança
Para então recordarmos alegremente a forma das coisas
Lembrando que a beleza está na própria vida




interiormente diria que te sinto profundamente como um ser do qual recordo a essência entro profundamente em ti e tu em mim e amamo-nos eternamente nesta contemplação de pureza pois és uma flor e eu aprendi a amar as flores mesmo que apenas a sua ideia esboçada numa imagem atraente porque a tua presença teria uma magia capaz de me surpreender

sábado, julho 03, 2004




sexta-feira, junho 25, 2004



terça-feira, junho 22, 2004




De qualquer cor é o amor

Vida, cria uma flor vermelha, amarela, dourada
De qualquer cor pois nenhuma é melhor
Vida, cria um irmão branco, preto, vermelho
E olhá-lo é tão belo e fantástico e é erótico ser de raça
Deus, cria a união, bom enxerto bela flor
E uma criança que nasce, sabedoria de nova cor
Amor, olha por mim enquanto sinto alguma dor
E tu esperas por mim unindo centelhas de amor
Deus, abençoa a união dos nossos corações ardentes
A paz que vivo de ser o orgulho de ser diferente
Liberdade, ajuda-me a permanecer na Terra dos Sonhos
Onde os poetas não precisam de gritar nem de sofrer
Liberdade, dá-me luz para eu sentir as emoções, o saber
Para que a música que toco seja composta de alegria

Obrigada

domingo, junho 20, 2004




"Aqueles que passam por nós,
não vão sós, não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si,
levam um pouco de nós."

Antoine de Saint-Exupery

sábado, junho 19, 2004


"Trança de trigo roxo Catarina
morrendo alpendurada
do alto de uma foice.
Soror Saudade Viva assassinada
pelas balas do sol
na culatra da noite."


Ary dos Santos

sábado, junho 12, 2004

Condição...

"Procura amar
em vez de odiar.
Procura rir
em vez de chorar.
Procura criar
em vez de destruir.
Procura preservar
em vez de renunciar.
Procura louvar
em vez de criticar.
Procura curar
em vez de ferir.
Procura dar
em vez de roubar.
Procura actuar
em vez de adiar.
Procura crescer
em vez de amesquinhar
Procura abençoar
em vez de maldizer.
Procura viver
em vez de morrer."

Hugo Nogueira

sábado, junho 05, 2004

Saudade
Silencio-me neste ponto
Quietude
Desejo onde me rendo
Terra sonho intenso
Olhar que se eleva no Ar
Fogo jocoso com Água
Suave equilíbrio
Morte contornada
Beijo terno de despedida


A amizade
Faz-me reparar
Uma forte inércia
De parar

Em todos os que
amam neste mundo 
se desvenda um segredo
escondido na humildade:
quanto mais frágil se é
mais sabedoria se vive
caindo a máscara de força,
despertando o amor
como única protecção.

sábado, maio 22, 2004

A Vida é Efémera e Bela como uma Borboleta


terça-feira, maio 18, 2004

Alma brilhante:

O que sentimos é amor,
Mas não te prendas a isso
O que sentimos é dor,
De o mundo ignorar um riso
Na nossa alma o fulgor,
Bem longe do mero feitiço
De amor.

Sabemos quem somos,
É isso que nos diferencia
E nos afasta da maioria,
Mas abençoa a maioria que te exclui,
Porque um dia serás parte dela,
Numa felicidade que tu
Ajudarás a construir.

Eu amo-te, tu sabes disso,
Como amo todos os seres,
E isso não faz de ti menor.
A minha escolha contigo
Não é falta de amor
É a necessidade humana
Do juizo de valor.

sábado, maio 15, 2004


Midnight feelings


Darkness
In darkness I dwell
Light I do not see
Blind I am to the light of life

Silence
In silence I walk
No sound I make
Nor do I hear
Deaf I am to the sounds of joy

Alone I am
Surrounded by people
Yet now one by my side
Alone I stand
Alone I be

Thought
A planet of raging seas and towering tsunamis
Trying to flow trough a tiny straw
Into the toilet of yesterdays tomorrow

Emotions
As cold and rigid as the oldest of glaciers
But quickly melting in the smallest true warm
Birthing flowing waters like the greatest of rivers

Action
Like a masters made katana sword
Soft, fluid, calm movements helping friends
Or powerful, sharp, ruthless strikes to foes

Body of a troll
Face of a goblin
Doesn't despises it nor accepts it
Instead works to change it
Slow to bleed and quick to stop
But always making sure the blood is still red

As part of the minority of the one faced ones
Speaks its mind
As if there was no difference between thought and tongue
Does not sweet is tongue to forked ones
Sharp words may turn to sweet melody
When praises and critics alike are true and altruist

A being of thought not words
He stands out as the silent one
Speaking only when needed be
Thinking before speaking when serious
Speaking without thinking when happy
Not speaking at all when sad

Friends
Not many but true
The stars in my sky of darkness
The symphony of joy that awakens me every morning
The one faced ones at my sides
The shiny beacon of light that keeps me from a visit to the grim

But as long as the stars shine upon me
And the beacon of friendship shows me the way
I will not go quietly into the night
I will not give up without a fight
Nor will I cross the Styx or walk in thartarus
Without the scythe of the grim on my neck

So it is
So shall it be



Written at midnight by :
Alex Yellow

Amor

Num respirar sofrego de emoções
Desvanecem-se as esperanças
Será o amor a lembrança
Daquilo que já não vemos?

Então como o vento leva a poeira
Uma lágrima penetra a alma
Absorve cegueira, o desejo,
a preguiça e as lembranças,
... deixa a calma.

Ficamos sós num doce momento,
sem tormenta, sem saudade,
vivemos o presente por verdade
e o amor, somos nós sem pensamento.


Honor thy mentors


Repent oh infidels of the knowledge of life
For thaw are not worthy of apprenticing thy mentors
Thaw do not honour the sacred time of the passing of knowledge
And thaw has not the knowledge thaw shows in thy time of testing
Honour thy mentors for they are the keepers of the secrets of life
Honour thy learning for thy second chance is harder
Honour thy testing or your accomplishments will be hollow ones

Made by Alex Yellow

Crianças

Uma criança, um ser maravilhoso,
Consciência aínda por despertar,
sabedoria profunda,
Extremo gosto e admiração,
É o que se descobre
Levando uma criança no coração.

Educando uma criança se constroi um futuro,
Partilhando do mais sublime que há em nós
Possibilitando a descoberta, potenciando capacidades
Serás uma prefessora de verdade.

Com ideias novas e sabedoria
Criamos um mundo cheio de paz
Reconhecendo e respeitando o próximo
O maior esforço será eficaz.


Imagine


Imagine there's no Heaven
It's easy if you try
No Hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for Today

Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too.
Imagine all the people
Living life in peace.

You may say I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope someday you'll join us
And the world will be as one.

Imagine no possessions,
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A brotherhood/sisterhood of man
Imagine all the people
Sharing all the world

You may say I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope someday you'll join us
And the world will be as ONE."


John Lenon


Poema


Rimas pobres, palavras baratas,
ausência de estabilidade, presença de sonoridade,
insipida ao comum paladar, aquela que consigo inventar,
aquela que sei amar, algo de Deus para vos dar,
muito obrigada a todos por algo que não é fácil para mim dizer,
algo que cabe na palavra amizade, mas irradia do nosso coração,
aqui vai, Perdição!


Perdição

Poesia, sombra amada,
onde ficaste tu num dia de trovoada,
em que o meu coração se entristeceu
por te abandonar junto de outras sombras
que a pouco e pouco vou encontrar.

Arte, tão bela e crua de emoções do dia a dia,
só quando somos ninguém se aviva a tua poesia,
só quando o choro corre transborda
quer de tristeza ou de alegria.

E o amor, essa indescritível palavra
que se assemelha à vida
pois connosco nasce e com ele morremos,
resta saber se ele também perece,
eu creio que não.

Nem a nossa vida o faria,
nem o amor quereria algum dia abandonar alguém,
fica na forma de saudade, saudade eterna
pois o que foi não volta a ser,
mas com a esperança de algo maior viver.

Poesia afinal sempre estiveste, sempre olhaste, sempre vieste.
Foi a concepção do mundo mecânico sem Deus,
a ilusão de que as máquinas não têm vida,
Querer rejeitar o imperfeito que me fez abandonar-te.

Sim, poesia tu és como uma máquina à macroescala,
és perfeita como nenhum de nós parece ser,
e na tua essência não tens a imperfeição,
mas a originalidade que te afasta da sua definição.


No entanto felicito a nossa distância,
toda a saudade do mundo,
pela alegria de te rever.

Aqui vos deixo o meu poema imperfeito,
Imperfeição da minha mente, que não deixou transparecer
Aquilo que um anjo dentro de mim canta para vos dizer.
Abençoada a minha mente, porque ouviu o coração,
e mesmo na imperfeição... uff acabou a inspiração!