... :)

Partilhemos...

terça-feira, junho 07, 2005

Serra do Gerês









Clarinha, já tás a imaginar a gente todos a sentir a energia telúrica, a água da vida, a empregnar os nossos seres da bioenergia que destas maravilhosas terras emana?
YEEEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

2 Comments:

Blogger Clarinha said...

"Que a sorte é de quem
A terra amou
E no peito guardou
Cheiro a mata eterna
Laranja, anda
Sempre em flor"


Império dos Sentidos


Axo que aqui se adequa este dueto para nós e a quem mais se juntar...um coro de alegres companheiros!

9:33 da tarde  
Blogger melquíades said...

Perguntei ao vento
Onde foi encontrar
Mago sopro encanto
Nau de vela em cruz
Foi nas ondas do mar
Do mundo inteiro
Terras de perdição
Parco império mil almas
Por pau de canela e marzagão


Pátria de negreiro
Vive e foge à morte
Que a sorte é de quem
A terra amou
E no peito guardou
Cheiro de mato eterno
Laranja, Luanda
Sempre em flor

Vamos lá cantar o poema e a música completa que são bem bonitos

8:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home