... :)

Partilhemos...

segunda-feira, julho 26, 2004




Sentir-me-ía muito grata
Se me conseguisses ver na lua no sol e no mar
Sentir-me-ía honrada por isso
Se não consegues esperarei pelo dia
Em que olhes o mundo com um coração de criança
Para então recordarmos alegremente a forma das coisas
Lembrando que a beleza está na própria vida




interiormente diria que te sinto profundamente como um ser do qual recordo a essência entro profundamente em ti e tu em mim e amamo-nos eternamente nesta contemplação de pureza pois és uma flor e eu aprendi a amar as flores mesmo que apenas a sua ideia esboçada numa imagem atraente porque a tua presença teria uma magia capaz de me surpreender

sábado, julho 03, 2004